Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Seres tu própria

por Pó de Arroz, em 06.07.17

Resultado de imagem para estrada romana portugal

(imagem daqui)

Quando decides caminhar consciente e pelos teus próprios pés percebes que a estrada não é sempre a direito nem lisa. Sentes todas a imperfeições e pedras, assim como as curvas acentuadas ou ligeiras. No entanto, a cada passo o teu coração vibra. A cada passo o teu coração ressoa! A cada passo, sentes o teu coração bater. E percebes que só quando sentes o teu coração bater é que vale a pena! 

No entanto, percebes que a energia que tens de dispensar para caminhares pelos teus próprios pés, terá de ser acrescida aquela que já usas para respirares... e aí começa a tua mente a entrar em acção e a dialogar com o coração:

- Psst, Psst! Oh coração... mas tu estás bom da cabeça? Então não chega já toda a energia que produzes para o teu corpo respirar e agora ainda queres ter de fabricar mais energia para caminhar? Será que vale mesmo a pena todo o esforço? Será que alguém vai reconhecer todo esse esforço, será...

(E quando te apercebes deste diálogo entre a mente e o coração vês que todo o tempo dedicado ao teu auto-conhecimento tem valido a pena!)

E então, TU respondes à mente:

- Oh mente, deixa-te lá de coisas e coisinhas! Não compliques! É verdade que o coração tem de bater mais um bocadinho para conseguir produzir mais energia, para além de respirar. Mas ele tem perfeita capacidade e condições para tal. Está concebido e preparado para isso mesmo! Quanto ao resto, isso não interessa nada! Tudo o que fazes é para ti! Tudo o que fazes é porque sentes que assim de ser! Aquilo que os outros pensam não interessa para mais ninguém a não ser para eles mesmos!

Mas tu perguntas se é mais difícil caminhares pelos nossos próprios pés? Eu respondo: SIM É! MUITO MAIS! Mas é tão bom! Tão gratificante! Fazer por prazer e não por obrigação! 

 

Mas a mente continua a insistir... MAS É TÃO DIFÍCIL... ERA MUITO MAIS FÁCIL QUANDO SÓ RESPIRAVAS... PORQUÊ A MUDANÇA AGORA! EU NÃO QUERO, TENHO MEDO DO SE...

 

E tu insistes...

- Calma minha querida mente! Relaxa, aproveita o momento. Não te preocupes com o SE... quando lá chegarmos pensamos nisso!

É verdade que não é fácil! Mas continua neste caminho, com calma, organização e planeamento. Vais ver que daqui a pouco já estás tão habituada a caminhares com os teus pés que já nem te vais preocupar com isso! SÊ FELIZ! É só isso que interessa!

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D