Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tal como sou#2

por Pó de Arroz, em 20.08.19

Aceitar-me! 

Ser Eu própria sem medos nem receios!

Trazer tudo ao de cima e colocar cá para fora!

Agradecer e ser Feliz!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caminho sem retorno

por Pó de Arroz, em 17.07.19

Depois que a viagem começa, é impossivel querer voltar para trás. A gratidão por ter consciencia da magia que nos envolve é doce e quente.

Hoje de manha, em jeito de desabafo reclamei com o Universo e a resposta ao meu pedido veio à hora do almoço. Assim, simples e sem rodeios. Grata Universo pelo Amor Divino e Infinito.

Um passinho de cada vez...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Espiritualidade

por Pó de Arroz, em 16.07.19

O caminho espiritual pode começar de diversas formas. Mas basicamente um dos processos, passa pelo auto-conhecimento, e num determinado momento, não temos como escapar... precisamos fazer o reconhecimento das nossas sombras... Termos a consciência daquilo que nos faz sofrer e  conseguirmos olhar de frente a dor. Todos os truques e artimanhas que construimos à nossa volta para nos proteger, vão ter de ser desconstruidos para seguirmos em frente. No meio deste processo intenso e profundo precisamos de estar muitas vezes sozinhos. O que nos vai tornar aos olhos de terceiros anti-sociais e antipáticos. Mas precisamos de nos manter calmos... isto é apenas uma fase e quando a nossa energia começar a vibrar com a nossa verdadeira essência, acredito que a nossa família de alma vai começar a ser atraída pelas vibrações que emanamos... Um passinho de cada vez... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Perguntas

por Pó de Arroz, em 24.04.19

Fazer perguntas é algo de que preciso implementar com mais frequência na minha vida.

É essencial para mim questionar, uma, duas, três vezes. Preciso questionar até me sentir satisfeita com a resposta.

Ir validando e analisando a resposta e se for necessário alterar. Dar a volta, refazer, até voltar a fazer sentido.

E não querer bloquear, estagnar, porque o que é hoje, pode não ser amanhã.

E está tudo bem. Chama-se evolução, crescimento, desenvolvimento.

A começar a ficar em PAZ!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alinhamento

por Pó de Arroz, em 02.04.19

A semana passada foi uma semana de encerramentos de algumas situações na minha vida.

Em simultâneo sentia uma necessidade muito grande de afirmações, ou melhor, de obter algumas certezas de forma a me sentir mais confortável e ter uma direcção para onde seguir. Estava cansada de ir para um lado qualquer. 

Na minha cabeça, existia sempre uma grande contradição. Deixar fluir e escolher um rumo. Não conseguia perceber como diferenciar estes dois pontos. 

Pedi ajuda ao Universo e ela veio na forma de um grande sorriso. Estou muito grata, por aquela hora no dia do 5º aniversário do meu pequenito. Foi como um abraço, um aconchego, a certeza de que estou a fazer o meu melhor e que tudo acontece de como deve acontecer.

Um alinhamento nos meus gostos, naquilo que me faz vibrar. Basta confiar e ter paciência. 

Sinto-me muitas vezes meio louca, que não encaixo onde estou e que tudo é uma ilusão. Tenho dias em que os conflitos interiores quase que me levam à beira do desespero e da depressão. Não tem sido fácil mas continuo na procura do caminho do que me faz feliz! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tal como sou

por Pó de Arroz, em 04.10.18

Sou como sou. Nem sempre me aceito e gosto do que faço e como reajo. Às vezes sinto-me a pior vítima e a pior pessoa. Outra vezes a melhor e mais fantástica. Quase sempre me culpo por achar que devo ser perfeita e equilibrada e nunca sentir nada disto. 

Mas estes últimos 4 anos... têm sido intensos. Uma verdadeira jornada de alma. Não tem sido uma viagem fácil. Uns dias sinto-me fresca e fofa... noutros pesada e horrível. Mas o mais fantástico disto tudo é e será sempre o caminho.

Ao longo destes quatro anos, aquilo que tem mudado e que tenho vindo a construir é o meu pensamento. A minha forma de olhar para o mundo e essencialmente para mim. 

Eu hoje escolho ser feliz. Viver pelo Amor. Ser Amor.

 

E depois as coisas vão encaixado umas nas outras. Vão fazendo sentido. O meu maior Dom é sem dúvidas o Amor. Demorei tempo em aceitar que esta minha capacidade em Amar era um Dom e não uma parvoíce. Mas hoje sinto que vou percebendo o caminho.

Aceito. Entrego. Acredito. Agradeço.

E tudo faz mais sentido!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Prioridades

por Pó de Arroz, em 29.06.18

Para a minha vida começar a fazer algum sentido comecei por definir prioridades. 

As principais sou EU, os meus FILHOS e a minha FAMÍLIA.

E só pelo simples facto de ter tomado consciência desta situação, tudo começou a fazer mais sentido.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Angustia

por Pó de Arroz, em 09.04.18

Porquê? Porque é que este sentimento não desaparece? Este aperto? Este sufoco? Só me apetece desistir. Desaparecer. Há dias e momentos que até respirar dói. Estou cansada de andar sem rumo. O que é que eu preciso fazer para avançar? Este sentimento de andar às voltas está-me a matar aos poucos... Universo, por favor, ajuda-me, actua na minha energia de modo a voltar a alinhar-me com o meu propósito, com o meu caminho... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pequenas coisas

por Pó de Arroz, em 23.08.17

Para cuidares dos outros, primeiro tens de cuidar de ti!

É de conhecimento comum e todos falam disso. Mas do falar ao fazer, para mim, vai uma diferença abismal. Depois, nestas coisas, também sou um bocado esquisita... não consigo fazer por fazer... ou fazer porque alguém me diz que tenho de fazer... Tenho de o sentir. Tem de me dar prazer. Tem de fazer sentido para mim. 

E esta conversa toda para dizer o quê? 

Que tenho feito pequenas experiências, como colocar creme nos pés ao deitar. E sabem que mais? Nos dias que o faço, acordo outra! Com aquela sensação de ser amada! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Farol de Luz

por Pó de Arroz, em 27.07.17

http://pensopositivo.com.br/seja-um-farol-de-luz/

 

Para me recordar nos momentos mais complicados!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D